domingo, 28 de agosto de 2016

UM DIAGNÓSTICO DAS DIFICULDADES PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DA FILOSOFIA 2015



PESQUISA: “UM DIAGNÓSTICO DAS DIFICULDADES PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DA FILOSOFIA.”
- Um diálogo entre o Ensino e o Aprendizado da Filosofia no Nível Médio Público de B.H. - Santos, Westerley A. e Col.

APRESENTAÇÃO: Sérgio Murilo Rodrigues – Professor de Filosofia da PUC Minas e Coordenador da área de Filosofia do PIBID – PUC Minas

Desde o primeiro momento em que o curso de Filosofia da PUC Minas ingressou em 2010, via edital público, no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), a nossa maior preocupação foi com a preparação do futuro professor de Filosofia para a realidade da sala de aula. Essa preocupação era grande, porque a disciplina de Filosofia tinha se tornado  obrigatória no Ensino Médio havia pouco tempo (2008). Na época, não tínhamos muitas informações sobre o trabalho efetivo do professor dentro da sala de aula, da recepção dos alunos à matéria, tínhamos pouco material didático a disposição dos professores, não tínhamos uma ideia precisa de como deveria ser o currículo de Filosofia, de como deveria ser a divisão dos conteúdos nos três anos do Ensino Médio, não tínhamos ainda um bom número de relatos de experiências bem sucedidas. Portanto, sabíamos que teríamos, como uma das nossas tarefas prioritárias, organizar um diagnóstico da situação da Filosofia nas escolas. Assim, pensamos em algumas questões que deveriam nortear nossos trabalhos: Como a filosofia pode contribuir para qualificar a formação intelectual, ética e cidadã das crianças e dos adolescentes? Como a disciplina de Filosofia deve interagir com as outras disciplinas do currículo, a fim de contribuir decisivamente para a interdisciplinaridade no ensino? Quais as formas de inserção escolar que a Filosofia pode assumir? Qual o perfil profissional (real e desejado) dos educadores envolvidos em projetos de ensino da Filosofia nas escolas? Que tipo de formação profissional deve ser oferecida nas instituições formadoras de professores? Ou mais especificamente, que tipo de formação profissional deve ser oferecida aos licenciandos em Filosofia?
Assim, foi com muita satisfação que recebemos a proposta do prof. Westerley Santos, supervisor da área de Filosofia do PIBID-PUC Minas na Escola Estadual Francisco Brant, de trabalhar com seu grupo de alunos da licenciatura para fazer esse levantamento da situação da filosofia na escola: fazer “um diagnóstico das dificuldades para o ensino e aprendizagem da filosofia”. Surge então uma interessante pesquisa-ação com a proposta de estabelecer um diálogo entre o Ensino e o Aprendizado de Filosofia no Nível Médio Público-
            O trabalho do prof. Westerley vinha diretamente ao encontro das nossas mais altas expectativas nas metas que deveríamos alcançar com o PIBID na Filosofia. Foi um trabalho lento, meticuloso e rigoroso, que requeria um cuidado constante. Foram três etapas precedidas de longas discussões, leitura e resenha de bibliografia da área, aplicação de questionários, tabulação e interpretação de dados. Esta pesquisa foi um esforço conjunto da equipe PIBID, com a colaboração de professores e alunos do Ensino Médio de cinco escolas Estaduais de B.H. Com todas as dificuldades inerentes a manutenção da continuidade de uma pesquisa de campo durante dois anos, cada um dos universitários bolsistas do projeto deu a sua contribuição para a realização deste importante trabalho diagnóstico sobre as dificuldades práticas que os professores de Filosofia encontram na realidade da docência nas escolas estaduais públicas.
Mas diante do resultado final não tenho nenhuma dúvida em dizer que valeu muito a pena todo o esforço e trabalho. A pesquisa-ação do prof. Westerley e de sua equipe será um precioso guia de informações para aqueles que estão ingressando agora na carreira docente na área de Filosofia, bem como para todos os estudantes de licenciatura interessados no ensino de Filosofia.
Parabéns prof. Westerley, sua obra, Um diagnóstico das dificuldades para o ensino e aprendizagem da Filosofia, agora disponibilizada para o público em geral, é uma grande contribuição do PIBID Filosofia da PUC Minas para a discussão nacional acerca da formação de professores de Filosofia.

Pesquisa na Íntegra:

ou neste BLOG à Direita, em "PROJETOS NO PIBID/PUC".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para facilitar, você pode postar como anônimo e se não se importar identifique-se (Texto com até 4096 caracteres)

Olavo de Carvalho

Loading...

Sergio Cortella

Loading...