sábado, 5 de abril de 2014

MAIÊUTICA E A ARTE DO DEBATE







MAIÊUTICA OU A ARTE DO DEBATE



A Maiêutica é um método de debate imputado à Sócrates (Séc. V a.C), foi  inspirado na profissão de sua mãe, que era parteira. A Maiêutica Socrática tem como significado "Dar a luz”, no caso, um parto intelectual a procura da verdade que gesta no interior de cada um. O método consistia em colocar o interlocutor diante de suas contradições e pré-conceitos, através de perguntas com base em conceitos universais, refutando suas convicções até levá-lo a refletir sobre os erros de seus conceitos e a refletir sobre si mesmo e suas idéias e não mais as idéias da tradição,. Uma desconstrução, até que o interlocutor formulasse ele próprio seus próprios juízos. Sócrates entendia que as idéias, o esclarecimento, o conhecimento, vinham de dentro do intelecto do interlocutor e o debate era como  um parto destas idéias. ( leia mais no texto – O método Socrático).

O Debate é um gênero textual oral. Um dos mais avançados métodos didático-pedagógicos de ensino, por ser dos mais democráticos, participativos, exigir do aluno raciocínio lógico argumentativo, trabalhar a capacidade de atenção, interpretação, reflexão e expressão. Também desenvolve a capacidade de abstração e de identificar e relacionar conceitos e fatos, necessidade básica para o raciocínio lógico e crítico.


O debate aprimora o raciocínio dialético. Por trabalhar com os opostos, a contradição de idéias, exercitar o ouvir para entender, e o refletir para a formulação imediata de pensamentos e argumentos. O debate expõe no ato do diálogo, os raciocínios contraditórios, identifica falsas premissas e coloca o aluno diante de suas limitações, abrindo possibilidade para a autocrítica sobre suas “verdades”, preconceitos, e o melhor, exercita a capacidade de abstração e de se colocar no lugar do ponto de vista do outro. Também ajuda na quebra das inibições e timidez, e leva o aluno a se posicionar a partir do incomodo. Cria (dis)posição no aluno, tirando-o da zona de conforto da omissão ou da aceitação passiva, mas com respeito à opinião contrária.


O debate é um exercício de alteridade. Desenvolve no aluno o respeito pelas diferenças de idéias e opiniões. É um excelente modo de desfazer juízos equivocados sobre determinada pessoa ou tema. Mostra vários aspectos, lados de uma mesma questão. É um exercício de investigação que não termina no ato do diálogo, continua com ele em um diálogo mental a posteriori.


Por fim, no debate o aluno se sente protagonista de sua aprendizagem, sujeito ativo do saber. Ele participa e se vê no processo como alguém que pensa e expressa, ele ocupa um lugar no processo de ensino e aprendizagem.  Sem que o professor perca o protagonismo do ensino, pois este é o mediador do processo.


Por isso, o debate pode e deve ser uma prática pedagógica adotada por qualquer disciplina, independente da área (exatas, humanas, biológicas) e pode inclusive, ser interdisciplinar. É um engano pensar que o debate não se aplica a conteúdos como Matemáticos, Química, Artes ou mesmo Educação Física.


Na área das Ciências, principalmente Exatas, pode-se promover o debate a partir, por exemplo, da história de cada Ciência como a História da Matemática que é belíssima ou a discussão sobre a solução de um problema pela Ciência que se está ensinando, sobre a aplicação de técnicas deste saber em situações do cotidiano...


Todos estes exemplos põem o aluno e o professor, juntos, diante do problema do conhecimento. É aí que se dá a troca, pelo método dialogal do debate. Aí sim, o conhecimento adquirido, a evolução, dificuldades, problemas e soluções aparecem em uma relação de troca constante.


Por: Westerley Santos.


Material Produzido a partir de pesquisa na PUC E UFMG sobre metodologias didáticas avançadas para o ensino em sala de aula. 


2 comentários:

  1. Interessante, porém acho que para um debate ser realmente eficiente, o mesmo precisa ser abordado de maneira ampla, pessoas debatendo sobre o mesmo assunto e com opiniões iguais, suas conclusões não mudarão, para um debate ser realmente eficiente ele precisa ter o ponto e o contra-ponto representado por pessoas diferentes, exemplo disso seria dividir dois grupos, um à favor da causa e um contra a causa, e ambos os grupos com seus devidos representantes, somente essa pessoa poderia falar e seria a porta-voz de todo o grupo
    Dessa maneira, as pessoas teriam suas opiniões colocadas realmente ao extremo, sendo assim obrigadas a abrir suas mentes para compreender o argumento do outro.

    Seu aluno, 2014

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal vc ter comentado. É isso mesmo! vc tem razão. Há na parte final da nossa apostila as "Regras para o Debate" que está de acordo com sua colocação!
      Abraço!

      Excluir

Para facilitar, você pode postar como anônimo e se não se importar identifique-se (Texto com até 4096 caracteres)

Olavo de Carvalho

Loading...

Sergio Cortella

Loading...